State of the World Economy - South Centre and MINDS Seminar

APRESENTAÇÃO

Por Renato Boschi e Alexandre Gomide - março 2015

O principal objetivo deste projeto é produzir e aportar novas abordagens para subsidiar uma estratégia nacional de desenvolvimento. Esta estratégia de desenvolvimento abrange varias dimensões, no projeto são abordadas questões relacionadas com o crescimento econômico, a diversificação da matriz produtiva, a questão da desigualdade e do desenvolvimento social, o aprofundamento da democracia e da participação política, a sustentabilidade ambiental e a inserção internacional do Brasil.

Uma outra dimensão importante do projeto se relaciona com a noção de “vantagens institucionais comparativas”, trata-se de uma tentativa por compreender os fundamentos destas vantagens, os determinantes institucionais das capacidades estatais. Estes determinantes institucionais são o aparato administrativo do Estado, o regime jurídico, o sistema político, as relações entre os poderes, a relação com a sociedade e os mecanismos de coordenação e concertação entre atores estatais e não estatais. Estas questões institucionais determinam as capacidades estatais para formular e implementar uma estratégia de desenvolvimento.

As perguntas de pesquisa que orientaram a análise foram as seguintes, em termos gerais:

- Quais as vantagens institucionais do Brasil em relação a outros países emergentes (BRICS e Argentina).

- Quais as estruturas institucionais de cada país que capacitam aos seus governos para implementar determinadas políticas públicas.

- Quais as variáveis institucionais que explicam os diferentes padrões e desempenhos das políticas implementadas.

- Como as capacidades existentes fortalecem as dinâmicas de desenvolvimento.

- Como o governo brasileiro pode explorar e aprimorar as capacidades que foram identificadas.