Resultados

Face à reversão de tendências antes dominantes na América Latina na década de 1990, marcadas pela ênfase nas reformas orientadas para o mercado, observou-se uma propensão a novas modalidades de intervenção estatal, atribuindo-se prioridade às políticas de desenvolvimento com redução das desigualdades, fomento e incorporação de novas tecnologias, principalmente ambiental. Tais políticas buscaram ser compatíveis com desafios colocados pelo contexto internacional, marcado pela presença de países emergentes, como os BRICS, detentores de recursos cujo potencial era, até pouco tempo, pouco conhecido. Havia déficit de eficácia política, que se manifestava na necessidade de reinterpretar as renovadas estruturas de governança e novos pactos, que exigiam novos padrões de accountability e novos marcos regulatórios. O Projeto INCT-PPED, ao perceber existência desta lacuna na produção do conhecimento, face à aspiração por formas de desenvolvimento mais abrangentes, capazes de superar déficits históricos nos campos do bem-estar social, do desenvolvimento tecnológico e da dimensão ambiental, propôs-se a discutir com profundidade capacidades estatais nos países emergentes. Até 2016, contribuição mais relevante do INCTPPED para discussão de políticas públicas e desenvolvimento é a publicação do livro ‘Capacidades Estatais em Países Emergentes: o Brasil em Perspectiva Comparada’, e seus desdobramentos, que conduz à questão sobre quais as capacidades que o Estado deve possuir para ter papel positivo nos processos de desenvolvimento para além da correção das falhas de mercado e da oferta de bens públicos. O livro aponta, em perspectiva comparativa de Brasil com países emergentes, quais são as vantagens institucionais do país. Na linha 2, a publicação do livro Propriedade Intelectual e Inovações na Agricultura, ganhador do Prêmio Jabuti em 2016, representou contribuição singular ao estado da arte do tema. A linha 3, por sua vez, esteve na fronteira de debates sobre desenvolvimento e sustentabilidade. A linha 4 do INCT-PPED é recém-formada (2017), e seus resultados serão incluídos em breve.

Já a principal contribuição do INCT-PPED para a formação de recursos humanos tem sido oferecer uma plataforma integrada de pesquisa em políticas públicas e desenvolvimento que contribui decisivamente para a formação de mestres e doutores ao longo dos anos, nos sete programas de pós-graduação que compõe o Instituto. Uma atividade inovadora complementar para a formação de quadros do setor público que deve ser citada é a School For Policies, Innovation And Development, Research Web - Spider Web, que organizou cursos intensivos, oferecidos por renomados professores internacionais da área de Ciências Humanas e Sociais (Andrew Fischer, Robert Wade, Manuel Heitor, Gary Dimsky, Giovanni Dosi, Roberto Frenkel, Geoffrey Hodgson e Ronald Dore, Peter Evans, Fred Block). No âmbito dos estudos, pesquisas e atividades de capacitação sobre a China, destaca-se a contribuição do IBRACH (www.ibrach.org), em cooperação com o INCT-PPED: a criação da disciplina Seminário China no PPED/UFRJ; organização conjunta de um seminário internacional bianual com o Itamaraty (FUNAG); organização do IBRACH de um curso/seminário internacional para executivos do setor público e privado ‘Diálogos de Inovação’ - sendo uma semana no Rio de Janeiro (Palácio do Itamaraty) e outra na Universidade de Tsinghua, em Beijing. O público alvo das atividades Brasil-China são os gestores públicos (Finep, BNDES, Embrapa, Ministério da C&T, Ipea) e empresários. Estas atividades, que são a um só tempo de ensino, pesquisa e extensão, permitem ao INCT-PPED uma articulação com empresários brasileiros com negócios na China (Embraer, Santander, entre outros). Entre os patrocínios para esta atividade encontram-se: BNDES, CAF (Banco latinoamericano de Desenvolvimento), Huawey. O IBRACH é igualmente parceiro na construção da Escola de Altos Estudos (SPIDER WEB) .

 

(Linha 1, Linha 2, Linha 3 e Linha 4) – período: out. 2011 até dez. 2017

Linha 1 – Estado, Variedades de Capitalismo e Desenvolvimento em Países Emergentes

ARTIGOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS
CAPÍTULOS/LIVROS PUBLICADOS
RESUMOS/TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS
ORIENTAÇÕES CONCLUÍDAS GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
ORIENTAÇÕES EM ANDAMENTO GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
PARTICIPAÇÂO EM BANCAS MESTRADO/DOUTORADO/GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO

Linha 2 - Políticas Públicas, Instituições e Dinâmicas Tecnológicas

ARTIGOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS
CAPÍTULOS/LIVROS PUBLICADOS
RESUMOS/TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS
ORIENTAÇÕES CONCLUÍDAS GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
ORIENTAÇÕES EM ANDAMENTO GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
PARTICIPAÇÂO EM BANCAS MESTRADO/DOUTORADO/GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO

Linha 3 – Biodiversidade, Recursos Naturais e Culturais

ARTIGOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS
CAPÍTULOS/LIVROS PUBLICADOS
RESUMOS/TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS
ORIENTAÇÕES CONCLUÍDAS GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
ORIENTAÇÕES EM ANDAMENTO GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
PARTICIPAÇÂO EM BANCAS MESTRADO/DOUTORADO/GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO

Linha 4 – Política Externa, Regionalismo e Cooperação Internacional

ARTIGOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS
CAPÍTULOS/LIVROS PUBLICADOS
RESUMOS/TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS
ORIENTAÇÕES CONCLUÍDAS GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
ORIENTAÇÕES EM ANDAMENTO GRADUAÇÃO/MESTRADO/DOUTORADO
PARTICIPAÇÂO EM BANCAS MESTRADO/DOUTORADO/GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO